Pontos mais complexos

– Mesmo sendo realmente simples de instalar, a manutenção requer mais conhecimento técnico, e necessidade de estar constantemente atento para as versões novas que surgem: da plataforma, do modelo selecionado, dos plugins ativos. Em soluções em operação, recomenda-se ter uma plataforma de backup para teste e só depois de tudo OK proceder com as ativações.

– Escolha do sistema operacional – aqui reside uma decisão estratégica, pois o WordPress é nativo do ambiente Unix/Linux mas sua solução no mundo Windows, mesmo com todas as recomendações contrárias, funciona bem, até hoje tenho anos trabalhando em Windows sem problema, talvez uma performance não tão boa mas nada que desaconselhe seu uso. Porém, como estamos falando de escolha, se o projeto tiver como objetivo somente a presença na Internet, para divulgação de produtos, serviços, vendas não muito volumosas, Linux é mais recomendado, por outro lado se houver a necessidade de uso de sistemas baseados em banco de dados, Access, SQL Server, ASP Clássico, a plataforma Windows pode ser utilizada.

– Segurança – Infelizmente este é o lado preocupante, na medida que estamos falando de uma plataforma aberta, conhecida por desenvolvedores em geral mas também pelos hackers mau intencionados. Por este motivo, já na instalação alguns cuidados são importantes, como evitar usuário “admin”, diretórios como “wordpress”, pois os ataques começam por ali. Também plugins de segurança, anti-virus, controle de SPAM são recomendados. O mais importante é ter sempre as versões atualizadas de tudo e no Painel de Controle atribuir senhas e níveis de forma criteriosa.

– Painel de controle – Uma das coisas mais interessantes é o Painel de Controle, se por um lado ele tem enorme potencial para permitir atualizações, ele não é tão intuitivo e sempre será necessário treinar o usuário/cliente para uso de forma correta. O mais delicado, porém, é que existem níveis que permitem uma interação direta no cerne do sistema, de fato em alguns momentos a solução pode ser esta, porém se feito sem critério e conhecimento técnico, pode derrubar todo o projeto.

– Suporte – o suporte existem em vários níveis, mas quando a solução foi toda baseada em gratuidade, não se pode esperar que se encontre todas as respostas aos problemas na Internet, embora exista uma boa vontade geral, um bug em um modelo gratuito, plugin não atualizado há muito tempo, provavelmente não vai ter uma solução simples e rápida.